Imagem capa - O FILHO SURPRESA por Marcela Rosa
PARA MEUS PEQUENOS LEREM

O FILHO SURPRESA

O FILHO SURPRESA




Filho planejado deve ser muito bom. O filho surpresa... ah! Esse é dos meus – literalmente.



O filho planejado você sonha com o que vai sentir quando ele chegar, você planeja a hora “certa” de amar. É quase um planejamento de amor. O surpresa não! O filho surpresa, coitado, antes de ser filho, é desespero. Depois vira ficha que não caiu. Depois é correria. No final que vira amor! Você ainda tá naquela vibe de “ainda tem muita coisa pra fazer antes de filho” e aí ele chega. Com tudo, até coração batendo! Você nunca pesquisou nada sobre gravidez, não viu milhões de fotos de bebês na internet, não se imaginou tendo um deles em casa e mal sabe contar gestação em semanas. O filho surpresa você não planeja amar. Ele te conquista a força!



No filho surpresa sim você vai começar a olhar fotos das barrigas redondas pra tentar cair a ficha de como você vai ficar daqui uns meses - que já começaram a contar e você não sabia. Você vai olhar seu histórico de internet e ver que só tem pesquisa de como curar umbigo, dar banho e colocar pra dormir. Ah, o filho surpresa! O planejado deve ser ótimo, claro. Aquela ansiedade de parar de tomar o remédio e ficar na expectativa de acontecer. Mas o surpresa... você faz o contrário e mesmo assim ele vem. É praticamente um “to aqui pra te mostrar que você não pode controlar tudo... MÃE!”.



O filho surpresa você não planeja os parabéns que recebe. Você não planeja a correria de adiantar seus planos na vida. Com um filho surpresa você dá adeus a vida padrão americana de “estudar, formar, trabalhar, comprar casa e carro, casar, viver um ano casada, juntar maaaaais dinheiro e parar de tomar pílula pra tentar engravidar (do primeiro filho que vai ser menino e vai ter diferença de uns 2 anos do seu segundo que será uma menina)”. Ele já chega falando “cês são muito mole mesmo! Bora trabalhar porque cês são capazes de ter isso tudo aí comigo junto e de um jeito diferentemente melhor!” Eu acredito mesmo que esses bichinhos vêm de surpresa porque querem provar que nosso limite é mais em cima. O filho planejado é muito bom, lógico. Não tem ninguém te julgando ou te fazendo pressão porque sabem você “quis”.



Mas o surpresa... ah, esse é melhor, tá? Principalmente se você for igual a mim que gosta de ver gente quebrando a cara. Rs Mas é sério, filho planejado deve ser a melhor coisa... pra quem nunca teve a oportunidade de sentir a força de um amor surpresa.


Marcela Rosa
Dezembro/2013