Gestante

BERNARDO

Se eu pudesse ter um poder por um dia... não seria voar. Não seria teletransporte e, pasmem, não seria voltar no tempo.


Se me fosse concedido um poder por um dia eu escolheria conseguir fazer você sentir o que eu sinto.


Não falo de chutes, dores, borboletas na barriga.


Não falo de amor incondicional, apenas.


Sobre o que eu falo?


Não sei. Ainda não me deram o poder de saber, eu só sinto. Mas acho que você me entende, né? Porque sinto, no fundo do meu coração, que mais ninguém e em nenhum outro momento da vida sentiremos essa loucura dessa forma tão recíproca.


Filhos? Não sei o que é. Não ainda. Mas posso sentir.