Imagem capa - QUARENTENA COM CRIANÇAS por Marcela Rosa
EDUCAÇÃOCRIAÇÃOBRINCADEIRAS

QUARENTENA COM CRIANÇAS

PANDEMIA. O real significado disso pra mim é: ninguém esperava viver isso. Nem eu, nem você, nem a escola dos seus filhos, nem meus clientes, nem os clientes dos meus clientes, nem os chefes, nem as empresas, nem os bancos, nem ninguém. Quando começou, ficamos nessa de vai durar umas semanas e quando voltar. Mas agora o clima já é de será que vai voltar esse ano? E um "acho que não" sempre vem acompanhado. Clique aqui para ler sobre Corona Vírus



E eu tenho acompanhado um pouquinho das preocupações dos pais e resolvi hoje dar a minha opinião aqui. *ALERTA DE OPINIÃO*



Tenho me concentrado na rotina. Não na antiga, mas na nova rotina que criei pra esse momento. Nos manter saudáveis e ativos na medida do possível. Tomar sol da manhã que bate aqui todos os dias. Brincando. E brincar livre. E brincar. E brincar de novo. Livre. Não direciono atividade que não sejam atividades cotidianas (cozinhar, arrumar as coisas etc).


Não faz a mínima diferença se eles formarem com 17 ou 18 anos. Meu foco é manter tudo isso leve e entender que não existe o "quando voltar ao normal" porque nada será como antes. Nem a educação, nem as profissões, nem os preços e nem os VALORES das coisas.


Não entra na minha cabeça alfabetizar uma criança virtualmente no meio dessa situação. Como exigir que aprendam se várias coisas BÁSICAS (como socializar, por exemplo) estão precisando de atenção? Você realmente acha que seu filho vai absorver o conteúdo da melhor forma AGORA? Eu não aceito que os meus aprendam "do jeito que der" só pra satisfazer um medo de não ficarem atrás (?) ou um medo de perder dinheiro.


Vejo as escolas enfiando conteúdo nos pequenos pra não ter quebra de contrato. Professores tentando transpor - de forma super despreparada - uma aula offline para uma aula online. E a inteligência emocional nas escolas? E em casa?


Nós estamos no outono. Época de recolhimento. De olhar pro nosso interior. Época que a natureza praticamente morre pra passar pelo inverno e florir em seguida! Quero que esse momento seja um momento dos meus filhos aprimorarem a função de membros da casa. Que arrumem suas camas como nunca. Que ajeitem o quarto, separem brinquedos e roupas pra doar. Que me acompanhem na cozinha e aprendam o máximo de tarefas que conseguirem. Tarefas da VIDA. Que descubram que seu pai e sua mãe tocam e cantam e que peguem gosto por isso porque é um ótimo meio de mandar a ansiedade embora. Estamos apresentando habilidades da família que até agora estou me perguntando por que não fiz isso antes.  Muitos trabalhos manuais. Estou aprendendo com eles. Dos mais simples tricôs de dedo aos mais complexos origamis.


A gente deve isso a eles. 



Vou falar um pouco do que tem funcionado aqui!









ROTINA



- Acordar e dormir cedo
Isso ajuda e muito a não ter a sensação que estamos de férias. Além de manter o corpo sem preguiça. Nas crianças, o sono da noite é ainda mais importante para o crescimento e desenvolvimento geral!


- Ajeitar a casa assim que acordar, antes do café
Estamos em casa. A casa PRECISA estar arrumada pra ninguém pirar. Acordamos, cada um arruma sua cama na mesma hora e damos uma leve limpada no que precisa naquele dia (passa aspirador, troca toalhas e/ou lençóis, tira lixo, guarda coisas jogadas, lava louça etc). Pronto, o dia pode começar.


- Comer mais frutas e legumes
"Mamãe, brinca comigo?" é a segunda frase que mais tenho escutado. A primeira é "Posso comer uma coisa?". rsrsrsrs SAD BUT TRUE! Pra tentar manter essa ansiedade com um pouco menos de "não", tenho tentado fracionar a comida. Tenho seeeempre frutas frescas e frutas secas em casa e quando bate essa pergunta, a resposta é "pega uma ameixinha, amorzinhos" rsrsrrs E assim a gente vai levando até a próxima refeição.


- Manter uma alimentação fracionada e sempre nos mesmos horários
Resumindo, tento deixar as besteiras que queria comer todo dia só pro final de semana, mesmo que todo dia esteja parecendo domingo. E uma coisa muito importante: horários. Nem que sejam aproximados! Basear a rotina nos horários das refeições tem ajudado muito. Clique aqui para saber dicas de como manter uma alimentação prática e saudável


- Banho um pouco mais longo e sempre antes de dormir
Deixar eles brincarem no balde uns minutos antes de tomar banho tem sino maravilhoso pra minha sanidade mental. Além de ajudar muito eles a entenderem que depois disso é cama!









ATIVIDADE FÍSICA



- Exercícios em casa incluindo as crianças
Nosso personal tem mandado exercícios para fazermos em casa e esse virou um momento que os pequenos amam. Eles tentam acompanhar do jeito deles, a gente não liga se isso atrapalhar um pouco a gente... e acaba sendo um momento divertido e de movimento, mesmo em apartamento.


- Michael Jackson
Nova paixão da casa. Todo dia de manhã já ligo pra dar aquela animadinha enquanto faço o café. Aí costumo escutar duas mini pessoas arriscando pronuncias e inglês e performance de dança.


- Lapso momentâneo de loucura: arrumamos um cachorro
Isso mesmo que você leu. kkkkkk Aproveitei que a gente já queria mesmo, mas já que estamos em casa, por que não adiantar os planos já que o filhote também não vai poder sair? rsrsrsrs Tem sido ótimo. Eles tem a mesma energia das crianças e correm, correm, correm... e correm. Estamos treinando pequenos truques e deixo eles treinarem o que acaba sendo um passa tempo, um exercício de paciência, cuidado e dedicação também.


- Lugares desertos
Nunca imaginei que conhecer pequenos fim de mundos ajudariam fora da fotografia rsrsrsrs Conhecemos alguns lugares que tem zero circulação de pessoas/animais. O que tem sido ótimo pra gente tomar um sol e andar de bicicleta (e agora levar o cachorro porque ele já pode sair rsrsrs).









TAREFAS BÁSICAS



- Preparo de todas as refeições
Incluir os pequenos no preparo das refeições é fundamental mesmo sem pandemia. Aprender a fazer seu próprio lanche, se servir, lavar os alimentos, picar. Saber onde joga as cascas fora e quais dão pra aproveitar. Isso é conteúdo de vida! E não existe melhor momento se não um isolamento social pra fazer um intensivão disso.


- Manutenção diária da casa
Aprender a dobrar roupas, a arrumar a cama, a separar as roupas para lavar, tirar o lixo, alimentar os animais, regar as plantas, arrumar o quarto, tirar pó, passar aspirador, ajudar a fazer a lista de compras...


- Autonomia
Aprender a tomar banho sozinho, a se limpar, a dobrar as roupas e guardar, como organizar brinquedos, a servir a própria comida etc








HABILIDADES




- Trabalhos manuais
Além das clássicas (pintura, desenho, colagens, origamis, reaproveitamento de caixas de papelão), por que não aprender tricô, bordado...?


- Música
Pode ser a hora para ensaiar uma música em família, aprender um instrumento, produzir um! Aprender a dançar... a rimar... a criar...


- Histórias
Contar história e escutar eles contando também. Inventar histórias.


- Habilidades da família
O que você tem de habilidade que pode compartilhar com a família? O que sua família tem para compartilhar com você?




Algumas brincadeiras já foram faladas aqui! Clique para ver:


Brincadeiras para apartamento

Brincadeiras para dias de chuva

Brincadeiras para dias de sol

Brincadeiras que envolvem bagunça

Brincadeiras que geram experiências










CONTEÚDO ACADÊMICO



Nem vou criar tópicos porque é minha última prioridade. EU acredito não me vejo preparada para ensinar meu filho nesse sentido então o que eu estou focando é em NUTRIR A CURIOSIDADE E O AMOR POR APRENDER. Respondo o que me pergunta, se continua perguntando, continuo respondendo. Outro dia entramos em um assunto sobre mamíferos. Do nada. Falei algo com essa palavra ele perguntou o que era. Depois por que, depois quais são, depois se macaco era, depois por que era. Depois o que cobra era... e aí a conversa foi rolando e está rolando até hoje, vez ou outra. A curiosidade surge, eu aproveito pra ensinar da forma mais leve e natural possível, SEM PRESSÃO pra ele ou pra mim.







PODEMOS CRIAR MEMÓRIAS
DESSE MOMENTO PRA ELES



Penso que as crianças devem ser preservadas nesse momento. Prefiro poupar os pequenos de preocupações que devem ser minhas. Quero que se sintam seguros e só. Eles podem não expressar, verbalizar, mas estão sentindo de alguma forma. Falta da escola, necessidade de saber mais, de ir na casa do amigo ou de receber visita dos avós. De ir no parquinho, de sair de casa, de ir no mercado. Brincadeiras no corredor, cabanas na sala. Quem sabe dormir todo mundo junto em algum lugar exótico tipo a cozinha?  Podemos aproveitar essa situação para criar memórias incríveis nossas com eles.






Espero ter ajudado, viu? Saiba que estamos todos um pouco loucos, perdidos... mas nunca sozinhos!


Clique aqui para falar comigo:








Estamos sempre produzindo conteúdos que enriquecem muito a percepção dos pais sobre a importância da fotografia para a família e várias ideias para aproveitar melhor o seu tempo com seus pequenos. Desde dicas valiosas até novidades e diferentes pontos de vista que parecem óbvios.


Se você gostou, cadastre-se em nossa LISTA DE E-MAIL e seja a primeira a ficar sabendo quando um post novo entrar no blog. E, claro, de vez em quando rola uma ação especial só para as famílias da nossa lista ;)

ENTRE PARA NOSSA LISTA DE EMAIL

* indicates required