Imagem capa - AMOR FAZ AMOR por Marcela Rosa
PARA MEUS PEQUENOS LEREM

AMOR FAZ AMOR

AMOR FAZ AMOR


E de repente o mundo passa a ter 46 centímetros e 2,655kg. Ele abre os olhos – às vezes – e faz meia dúzia de movimentos sem jeito. Não é que você não precise de mais nada nesse momento, mas você realmente sente que é dono do mundo. Ou melhor, dono não! Nesse momento você sente que é você o responsável por onde esse mundo vai parar. É você o responsável por quanto ele vai crescer e em que sentido ele vai ficar mais pesado.


Você olha, então, aquele mundo do lado da sua cama de hospital e todo o branco e verde daquele lugar fica colorido. O silêncio passa a ser uma coisa bem próxima às canções da Disney que cantavam pra você quando você ainda era um projeto de ser humano. Você acaba de iluminar um mundo. Frases como “esse mundo é muito pequeno” finalmente começam a fazer sentido. E mesmo assim você sabe que ele nunca esteve tão pequeno e muito menos tão leve.


Nessa hora você vê o quão errado é dizer que “o amor é tão grande que não existem palavras pra explicá-lo”. Não é que não existam palavras. É que o amor ainda não sabe falar! Na verdade ele não sabe nada além do que já veio “de fábrica”. Pra você ter uma ideia, ele não vai se alimentar de outra coisa sem ser de você por pelo menos 6 meses - aí é quando você descobre mais uma coisa: é você que alimenta o amor.


E quem sempre quis saber “o que é amor”, eu explico: é uma coisinha que nasceu hoje. Pequena, amarela e bem parecida com um ET. Uma coisinha que eu não poderia ter feito sozinha, mas também não poderia ter escolhido alguém melhor para me ajudar. Amor faz amor.


Marcela Rosa
17/10/2013 - Nascimento do nosso Manoel.