Imagem capa - O TEMPO CEGA A GENTE por Marcela Rosa
PARA MEUS PEQUENOS LEREM

O TEMPO CEGA A GENTE

O TEMPO CEGA A GENTE



Andei completamente apaixonada. Achei que o tempo não passava ao mesmo tempo em que não o via ir embora. Estive sonhando mesmo sem dormir boa parte da noite. Virei parte da parte mais bela e perfeita da natureza.



Estive tremendamente contra os princípios femininos. Quis minha barriga de volta, parei de fazer unha, até hoje não comprei roupa pra mim. Estive - e estou - tão feliz que minha maior tristeza é não poder tomar cerveja. Andei desarrumada. Cabelo preso. Descabelada. Até que resolvi andar de cabelo curto... pra poder ficar descabelada 100% do tempo com uma desculpa plausível. E o tempo foi embora com o meu cabelo, claro. Não sei por que ele insiste em ir com tanta pressa (acho que ele tem filho pequeno em casa).



Estive loucamente apaixonada. Tão louca que quando eu podia dormir, preferia ficar acordada olhando ele dormir. E valeu a pena. Eu devia ter ficado acordada mais vezes. Andei pelo mesmo caminho do tempo, mas ele é muito mais rápido do que eu. Eu sou lenta, sou mole, sou gente. Preciso querer dormir várias noites pra perceber que deveria ter aproveitado as horas em claro (mesmo sabendo que aproveitei muitas sem querer).


Andei tão cega de amor que não vi o tempo passar.


Marcela Rosa






Você pensa como eu e compartilha dos mesmos sentimentos loucos que essa tal de maternidade traz?

Vamos bater um papo e deixar tudo isso guardadinho pro seu pequeno!! Afinal, quando toda essa rotina passar, tudo que eles vão querer (e nós também) é conseguir de alguma forma voltar no tempo.