Imagem capa - ELE CRESCE. EU TENHO CHANCE. por Marcela Rosa
PARA MEUS PEQUENOS LEREM

ELE CRESCE. EU TENHO CHANCE.

Entramos no último ano desse primeiro setênio. Quanta coisa isso carrega e ele ainda não sabe. Não precisa e não deve saber por enquanto. Quanta coisa meu coração de mãe sente. A primeira é que está chegando!


Chegando em forma de novos dentes. Chegando em forma de compreender melhor um não. Em forma de novas habilidades manuais, em forma de colorir mato de verde, céu de azul e sol de amarelo. Vocabulário. Vontades e frustrações novas. Claramente chegando quando eu, agora, tenho roupas e sapatos nos desenhos. E não sou mais do tamanho da árvore. Não basta mais o "a planta bebê a água da chuva". Há interesse agora. "Mas como a raiz puxa a água da terra? Ela é viva?". Está chegando a hora. O porque não é mais fase e não é toda resposta que satisfaz. Ele quer mais.






Ele entende. Entende que está nervoso. Que eu estou. Entende que não deveria ter feito ou que deveria. Entende o que deve fazer quando está com sono. Entende que ele é um membro da casa e como qualquer membro da casa ele tem responsabilidade pra tudo funcionar. Entende que eu avisei mesmo sem eu precisar usar essa frase.


Sabe o que isso significa? Significa que eu tenho chance.


Chance de conduzir ele pra que nunca fique satisfeito com meias respostas. Chance de ensinar a questionar. Chance de ajudar ele a se conhecer melho, a se entender melhor. E entender o outro também, mesmo que seja entender que o outro ainda não entende. Eu tenho chance. Chance de fazê-lo entender que crescer não é abandonar o eu do ano passado. Crescer é construção do eu.






Ele cresce. Eu tenho chances.


Acima de tudo, chance de ser um porto seguro agora pra que, no futuro (que hoje vejo o quão próximo está), será totalmente desnecessário.


A vontade é dizer "não cresce". Mas o que eu quero mesmo é que cresça, mas não cresça inseguro, distante. Eu congelo o hoje pra gente viver de novo juntos lá na frente e tenho certeza que será melhor porque toda nova fase sempre é. E será demais ver ele exercendo o meu papel com bases bem construídas.


Vem, futuro! Ele está preparado. Nós também.